segunda-feira, 17 de abril de 2017

De motorista da Prefeitura a um rico empresário: Conheça parte da trajetória de sucesso, do mega empresário da B&B Locação de Mão de Obra.


A história da B&B Locação de Mão de Obra, é uma das histórias mais lindas que existe na cidade de Macaíba. Realmente, é um exemplo de superação, onde Edmilsom Basílio, motorista da Prefeitura à época, consegue dar a volta por cima, e se consagrar, um dos mais ricos empresários de Macaíba. Vamos ao início dessa linda história:
-
Reprodução: Facebook de Edimilsom Basílio
-
Era 22 de maio de 2012, Edimilsom Basílio viaja para Foz do Iguaçu, no sul do país, na companhia do Procurador Geral do Município de Macaíba, Adauto Evangelista, o qual está na companhia de sua esposa, e também, viaja na companhia do então gerente de licitação e contratos do setor de licitações da Prefeitura de Macaíba, Francisco de Assis da Silva, o qual está ao lado de sua esposa, a advogada Bianka Maria Pinheiro, os quais, Edmilson chama-os carinhosamente de "amigos".
-
Reprodução: Facebook de Bianka Maria Pinheiro Horácio
-
Pelas imagens, percebe-se que existe uma amizade muito forte. Essa amizade leva-os a compartilhar a mesma viagem, o mesmo hotel e o mesmo restaurante.
-
-
Depois de voltar de sua viagem ao sul do país, acreditamos que existia um grande desafio pela frente: Colocar toda a sua força, na campanha do candidato à época, Fernando Cunha, o qual sagrou-se prefeito de Macaíba em 07 de outubro de 2012. Assim, Edimilsom Basílio, parte para a batalha, como podemos ver nas imagens a seguir:
-


Reprodução: Facebook de Edimilsom Basílio
-
A mais curiosa de todas as fotos, é a que mostra Edimilson Basílio numa possível caminhada política de Fernando Cunha, segurando um rádio comunicador em uma de suas mãos, configurando assim, que ele seja, um suposto coordenador de campanha eleitoral de Fernando Cunha. Conforme podemos ver na imagem abaixo:
-
Reprodução: Facebook de Edimilsom Basílio
-
Chegando o dia 07 de outubro de 2012, o candidato Fernando Cunha sagra-se campeão nas urnas, e LOGO APÓS 40 DIAS DAS ELEIÇÕES DE 2012, nasce a B&B Locação de Mão de Obra, no dia 16/11/2012, conforme podemos ver na imagem abaixo:
-

Reprodução: site da Receita Federal do Brasil
-
O que mais chama a atenção na B&B Locação de Mão de Obra, é o seu capital social: R$ 1.500.000,00 (hum milhão e quinhentos mil reais). Para um cidadão que passou parte de sua vida sendo motorista da Prefeitura de Macaíba, é um dinheirão e tanto!
-
Na Prefeitura de Macaíba já existia uma empresa que realizava os serviços de locação de obra, que fora contratada, na gestão da ex-prefeita Marília Dias. O nome dessa empresa é: Mult Service Construções e Serviços LTDA. Porém, ao chegar no ano de 2013, foi instaurada uma comissão para investigar possíveis irregularidades cometidas por essa empresa.
-

Reprodução: site da Prefeitura de Macaíba
-
Aberto processo administrativo, a Prefeitura de Macaíba decide reincindir o contrato com a Mult Service, alegando "possíveis irregularidades", mas não cita quais foram. Logo a seguir, recomenda-se que seja aberto um novo processo licitatório URGENTEMENTE, pois outra empresa precisava entrar, mediante "pregão presencial".
-
 Reprodução: site da Prefeitura de Macaíba
-
Aberto novo processo licitatório, quem vai também participar do certame? A B&B Locação de Mão de Obra. A B&B por ser uma empresa nova no mercado, sem quase nenhuma experiência na área, ganha o processo licitatório.
-
Reprodução: site da Prefeitura de Macaíba
-
Em 13 de agosto de 2013, é publicado no Boletim Oficial 421 que, a empresa B&B registrou na Ata de Registro de Preços, o item e o valor a qual tornou-a vencedora: item 01 - R$ 487.800,00 (quatrocentos e oitenta e sete mil e oitocentos reais). Logo após, Edimilsom Basílio, em 20 de agosto de 2013, publica uma foto no seu Facebook, a qual mostra as carteiras de trabalho dos funcionários da mega empresa B&B, prontas para serem assinadas.
-
Reprodução: Facebook de Edimilsom Basílio
-
Na época que o processo licitatório tramitava no setor de licitações da Prefeitura de Macaíba, Francisco de Assis da Silva, era o gerente de licitações e contratos, e, Adauto Evangelista Neto, era o Procurador Geral do Município, conforme podemos ver nas imagens abaixo:
-
Pagamento realizado ao servidor Francisco de Assis da Silva, referente à JUNHO de 2013, pela função de GERENTE DE LICITAÇÃO E CONTRATOS. Fonte: site da PMM

Pagamento realizado ao servidor Francisco de Assis da Silva, referente à JULHO de 2013, pela função de GERENTE DE LICITAÇÃO E CONTRATOS. Fonte: site da PMM

Pagamento realizado ao servidor Francisco de Assis da Silva, referente à AGOSTO de 2013, pela função de GERENTE DE LICITAÇÃO E CONTRATOS. Fonte: site da PMM.
-
Pagamento realizado ao servidor Adauto Evangelista Neto, referente à JUNHO de 2013, pela função de PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO. Fonte: site da PMM.

Pagamento realizado ao servidor Adauto Evangelista Neto, referente à JULHO de 2013, pela função de PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO. Fonte: site da PMM

Pagamento realizado ao servidor Adauto Evangelista Neto, referente à AGOSTO de 2013, pela função de PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO. Fonte: site da PMM
-
Depois de ter se tornado uma empresa contratada pela Prefeitura de Macaíba, a B&B passa a ter ascensões milionárias em seu contrato com a Prefeitura, ano a ano, através de aditivos e mais aditivos contratuais. Vejamos a evolução:
-
Pagamento realizado à B&B em 2013: R$ 1.220.283,04 (hum milhão, duzentos e vinte mil, duzentos e oitenta e três reais e quatro centavos)


 Pagamento realizado à B&B em 2014: R$ 4.338.653,09 (quatro milhões, trezentos e trinta e oito mil, seiscentos e cinquenta e três reais e nove centavos)
Pagamento realizado à B&B em 2015: R$ 5.247.680,12 (cinco milhões, duzentos e quarenta e sete mil, seiscentos e oitenta reais e doze centavos)

 Pagamento realizado à B&B em 2016: R$ 5.982.794,78 (cinco milhões, novecentos e oitenta e dois mil, setecentos e noventa e quatro reais e setenta e oito centavos)
-
Nesse ano (2017), já publicado nos boletins dos dias 17 e 18 de janeiro de 2017, foi constatado que houve um aumento bastante significativo no contrato da B&B Locação de Mão de Obra. O valor acrescido foi cerca de R$ 1.090.185,92. Se essa empresa continuar em Macaíba, a tendência é esse contrato bater a casa dos 10 milhões de reais, podendo chegar até os 20 milhões, pois todo ano é acrescido quantias astronômicas em seu contrato. Perguntas que não querem calar:
-
Quantos funcionários terceirizados na Prefeitura de Macaíba, tem a B&B Locação de Mão de Obra?
-
Em quais secretarias/setores eles trabalham?
-
Quanto cada um recebe, que justifique os quase 7 milhões no contrato em 2017?
-
Reprodução: site do TJ - RN
-
Outro fato bem curioso, é a esposa do atual Presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura de Macaíba, sra. Bianka Maria Pinheiro, ter advogado uma causa da empresa B&B Locação de Mão de Obra, aqui no Fórum de Macaíba, conforme é mostrado na imagem acima.
-
Contracheque de Francisco de Assis da Silva, referente ao mês de março de 2017.
-
Outro fato bastante curioso, é a procura que nós fizemos em todos os boletins do período em que tramitou a licitação do certame para contratação de empresa terceirizada, e NÃO FOI achado boletim oficial contendo o resultado do pregão presencial, isto é, as empresas participantes, e quanto cada uma ofertou de lance.
-
Outro fato bastante curioso, no ano de 2016, "logo após as eleições", a Prefeitura de Macaíba ter começado a construção da quadra do Assentamento José Coelho, a qual nós não tivemos acesso à leitura do Boletim Oficial que constava essa obra, e nem conhecimento dessa licitação (se houve realmente). Nessa obra, sem placa de obra, e realizada pela B&B Locação de Mão de Obra, existiu o uso indiscriminado de um veículo oficial da Prefeitura de Macaíba. Ora, SE a empresa B&B foi contratada para realizar obras estruturantes no município de Macaíba, ela tem que arcar com todas as despesas inerentes à obra, isto é, a B&B não pode usar um "friso" da Prefeitura. Portanto, a B&B teria que arcar com o transporte dos funcionários até a obra. Esse fato, poderá ou não, ocasionar em crime de improbidade. Vejamos as fotos:
-
Reprodução: Facebook da Prefeitura de Macaíba
-








Sem mais.
-
Mário Henrique
Colunista do Diário de Macaíba








Um comentário: